(62) 3181-0322
contato@grabistro.com.br

A carreira de Ian Baiocchi

O talento gastronômico e artístico é um legado familiar do chef goiano Ian Baiocchi. Desde sua tenra infância, precisamente aos 5 anos já se espreitava à barra da saia de sua mãe e avó e por meio da curiosidade inerente à idade já se aventurava a questionar e a buscar compreender o que era aquele cheiro gostoso, aquele ingrediente único que compunha determinado prato. É natural que, à medida que o tempo se passara, seu impulso e curiosidade se demonstravam de modo cada vez mais retumbante.
É natural que, à medida que o tempo se passara, seu impulso e curiosidade se demonstravam de modo cada vez mais retumbante.

Mantendo seu foco voltado à alta gastronomia, com influências dos produtos de sua terra, valorizando pequenos produtores e evocando o que há de melhor na terra, nas águas e no ar, sempre demonstrando sua visão de mundo em cada prato, rodeada de teoria, experiência, de técnica e sabor, sem jamais perder a autoralidade que remete ao seu talento artístico único.
Impossível não reavivar uma das memórias mais marcantes de sua existência no seio familiar. Em 2007, morávamos em São Paulo, e, quando na sala de estar da família, Ian questionou à mãe se poderia cursar gastronomia, e obteve uma resposta positiva, a felicidade irrompeu de um modo tão doce e singelo congregado a pulos de uma felicidade genuína, algo que jamais sairá das memórias de quem experienciou aquele evento mágico.

Cursou Gastronomia no Centro Universitário SENAC-SP. Inquieto, logo no começo do curso já começou seus trabalhos por São Paulo. Passou pelos melhores lugares da cidade, com destaque para os restaurantes D.O.M., de Alex Atala, Eñe, dos espanhóis Sérgio e Javier Torres e, por fim, o Maní, de Daniel Redondo e Helena Rizzo, onde permaneceu por mais de dois anos amadurecendo dentro da cozinha e construindo a base sólida que carrega hoje em dia.
Findados seus longos anos na capital paulista, resolveu se aventurar pelo mundo afora. Fixou-se na Espanha, onde trabalhou ao lado dos melhores Chefs do mundo, permanecendo uma temporada dividida entre dois dos melhores restaurantes do mundo, El Celler de Can Roca e Mugaritz, respectivamente. 

Depois dessa experiência única na vida de um cozinheiro, resolveu resgatar suas raízes.
Em 2012 retorna a Goiânia onde chefiou a cozinha no Palácio das Esmeraldas. Paralelamente, abriu seu próprio negócio, o Ian Baiocchi Buffet & Catering, buscando transmitir ao público um novo conceito em eventos, uma experiência, no mínimo, multissensorial. Hoje este buffet transformou-se em Monino Buffet incorporando o Íz Restaurante e o 1929 Trattoria Moderna dando origem ao Grupo Monino, composto pelos sócios Ian Baiocchi, Domingos Ávila Neto, João Gabriel Tomé e Victor Tomé.
Focado na qualidade do produto, Ian Baiocchi desenvolve um conceito de buffet diferente. Autoral, criativo e pautado em técnicas modernas, oferece um serviço presencial e primoroso para os mais variados tipos de eventos. Mantém seu foco voltado à alta gastronomia, com influências dos produtos de sua terra, valorizando pequenos produtores e evocando o que há de melhor na terra, nas águas e no ar, sempre demonstrando sua visão de mundo em cada prato, rodeada de teoria, experiência, de técnica e sabor, sem jamais perder a autoralidade que remete ao seu talento artístico único. Hoje, Ian é considerado pela Revista Veja Comer & Beber o melhor chef de Goiânia.

Sua inquietude e seu voraz desejo em expandir fronteiras o levaram a, em junho de 2015, inaugurar o Íz Restaurante, cuja concepção prima pela arte e por uma identidade própria, movida por uma cozinha contemporânea, burilada por um menu sazonal imiscuindo sabores novos, misturas inusitadas e um arrojo incrível na composição de cada prato que denota um zelo e carinho impressionantes. Antes de tudo, come-se com os olhos e o apreço estético é uma marca inesquecível. Hoje, o Íz é considerado pela Revista Veja Comer & Beber e pelo maior veículo online de avaliação espontânea, Trip Advisor, o melhor restaurante de Goiânia.
.

Saudoso de sua avó materna Colombina Crispim Baiocchi, uma de suas influências na cozinha, batizou com o ano de nascimento dela seu novo empreendimento, o 1929 Trattoria Moderna que remete às origens italianas de sua família, ao mesmo tempo em que uma singela homenagem é ofertada a sua avó, e sua memória, preservada. Ian Baiocchi segue voando e experimentando novos sabores, mas sem jamais perder os valores e sabores que remetem à infância, àqueles momentos inesquecíveis de encontros em famílias pontuados sempre por uma boa comida. Hoje, o 1929 é considerado pela Revista Veja Comer & Beber o melhor restaurante italiano de Goiânia.

Com o fortalecimento dos empreendimentos como um grupo, surge o desejo de um novo negócio, um inovador e provocante restaurante brasileiro inspirado nos bistrôs franceses. O nome é basicamente a pronúncia regionalizada para “gras”, que significa gordura em francês. O Grá Bistrô é uma singela apologia aos famosos três segredos da cozinha francesa, popularizada pela dramaturgia hollywoodiana, que basicamente é apresentada em três palavras: “manteiga, manteiga, manteiga”. 

Recém inaugurado, o Grá Bistrô fica no último andar do Órion, atualmente o edifício mais alto do Brasil, possui também no terraço do mesmo edifício, o Grá Rooftop, um lugar com uma panorâmica fantástica, onde são servidos drinks, cervejas, vinhos e comidinhas especiais para compartilhar. Como já era de se esperar, a paixão do Chef e de seu grupo não os deixaram parar. O Chez Monino nasce de um sonho antigo de Ian Baiocchi. Um restaurante mais intimista e charmoso, de comida variada, no qual ele pudesse fazer, livremente e de forma despretensiosa, o que ele mais gosta: criar. E nada melhor do que este nome – Chez quer dizer ”na casa de” e Monino (nome do Grupo e do Buffet) é o apelido de infância do Chef. Este quarto filho é uma união do que de melhor e mais popular existe nos outros três restaurantes e no buffet do grupo. Para tanto, englobamos uma série de fatores determinantes para o nosso sucesso: empreendedorismo e know-how, a vontade e criatividade do Chef, e a localização estratégica e privilegiada do Metropolitan Mall, já consagrado polo de gastronomia no Jardim Goiás, bairro nobre de nossa capital.